Ângulo Digital | Ângulo Digital a melhor agência de Marketing Digital de Fortaleza

Saiba como utilizar automação de email marketing de forma efetiva!

Num mundo cada vez mais conectado, a grande maioria dos consumidores que usam a Internet utilizam emails diariamente, de modo que esse meio de comunicação já é parte essencial no desenvolvimento de uma boa campanha de marketing digital. Conhecidos como email marketing, eles são uma poderosa ferramenta de divulgação, com baixo custo e capazes de atingir uma vasta gama de clientes e potenciais clientes.

A automação de e-mail marketing consiste em um conjunto de técnicas que objetivam tornar o uso dessa ferramenta mais efetivo, aumentando as conversões de vendas de uma empresa, quando feito de forma adequada.

O que é automação de e-mail marketing?

Trata-se de uma forma de automação que gera, ao contrário do que se pode pensar pelo que o nome indica, uma grande aproximação com o público, se feito de maneira apropriada. A automatização de e-mail marketing permite reunir dados de clientes e de canais de marketing diversos para gerar essa aproximação através de e-mails automáticos e pré-programados. Por exemplo, uma empresa pode preparar mais de um e-mail para realizar determinada conversão — um adequado para o cliente que assina uma newsletter e outro para aquele que fez o download de um e-book — e o envio ocorre automaticamente assim que o cliente realiza a ação.

O e-mail marketing automatizado simplifica as campanhas de e-mail, tornando as vendas mais eficientes e economizando tempo da equipe para que esta se foque em outra atividade para a empresa, como cultivar as leads, observando suas taxas de clique e comportamentos desencadeados pelo recebimento dos e-mails para selecionar e se concentrar naqueles que possuem um potencial maior de compra, contribuindo muito para garantir a eficácia da campanha. Reunimos aqui algumas dicas para executar a automação de e-mail marketing e garantir qualidade para sua campanha.

Faça a segmentação de e-mails

Também chamada de segmentação de base, é uma forma de dividir a lista de contatos com base em critérios pré-determinados pela empresa. Seleciona-se aqui algumas características que dividem a clientela, como localização geográfica, idade, áreas de interesse, enfim, isso será escolhido de acordo com o que se mostra mais adequado a cada negócio. Dessa forma, a empresa definirá o envio e a preparação do e-mail marketing e permitirá acertar mais na hora de executar a estratégia. Fazer a preparação e o envio de um e-mail marketing voltado para clientes que possuem características já segmentadas pode melhorar muito os resultados.

Tenha cuidado para não exagerar

Para um contato de qualidade com seu público, é essencial que a empresa não seja vista como um incômodo. O excesso de mensagens pode ter esse efeito, fazendo com que o cliente, ao invés de realizar uma compra, simplesmente ignore um e-mail ou até mesmo opte pelo cancelamento do recebimento. A facilidade que a automação gera pode ser um estímulo à empresa para realizar mais envios, na ânsia por resultados rápidos, mas é preciso ter muito cuidado com a frequência. Enviar e-mails esporadicamente também terá um efeito indesejado, causando estranheza quando a mensagem chega. Especialistas recomendam no mínimo um envio mensal e uma boa distribuição entre os contatos, com espaçamento uniforme entre um e-mail e o próximo.

Tome providências para não ser considerado SPAM

Na hora de criar a mensagem, algumas características comumente presentes em SPAM devem ser evitadas como, por exemplo, o uso da cor vermelha no texto da mensagem, o uso de caixa alta e o exagero na extensão do assunto, além de utilizar muito expressões que se referem a promoção (como free, grátis, clique aqui, entre outras). Vale a pena pesquisar mais a respeito do assunto para conhecer as outras características que compõem um e-mail que é considerado como SPAM, mas, com esses, conceitos já é possível ter uma noção básica das boas práticas.

Procure variar nos tipos de e-mails

Observando sempre a relevância do envio e tomando cuidado para não cair no SPAM, é preciso também usar os diferentes tipos de e-mail marketing existentes para atingir diferentes objetivos. Por exemplo, utilizar o formato de newsletter é mais adequado para passar informações ou notícias do interesse do cliente, já o e-mail promocional é uma boa opção na hora de anunciar ofertas.

Tenha cuidado com a inserção de figuras no corpo do e-mail marketing

É muito comum encontrar e-mail marketing que consiste em apenas uma figura, contendo todo o conteúdo que se quer passar, seja ele imagem ou texto. Além de ser um formato que é frequentemente bloqueado como SPAM, esse tipo de mensagem reduz muito a eficiência do disparo, pois muitas pessoas não tem facilidade em visualizar sempre as imagens no corpo do e-mail. Por essa razão, é preciso tomar cuidado também com e-mails que usem muitas imagens essenciais à mensagem que se quer passar, para não prejudicar seu entendimento por todos os receptores da maneira objetivada pela empresa.

Outras dicas para uma boa campanha de e-mail marketing automatizada

Além desses que destacamos, alguns outros cuidados são essenciais na hora de garantir a qualidade dos disparos de e-mail marketing aos clientes, como selecionar bem o horário de envio para garantir mais visualizações conversões e nunca enviar e-mails sem a autorização expressa do cliente.

Com essa base e o desenvolvimento de uma boa estratégia de automação, sua equipe poderá se concentrar no cultivo de leads e no acompanhamento das métricas, que também é algo essencial para o sucesso de uma campanha. Observar métricas como taxa de cliques, de abertura, de entrega e de conversão efetiva permite melhorias constantes no planejamento do conteúdo dos futuros e-mails e da forma de realizar os disparos, contribuindo para gerar aumentos constantes na qualidade da campanha, tendo em vista sempre o resultado.

Dessa forma, a automação de e-mail marketing é essencial para a sua campanha de marketing digital. Ela aumentará a qualidade e eficiência dos disparos de e-mail, contribuindo enormemente na construção de um relacionamento entre a empresa e o público, gerando novos clientes, novas conversões em venda efetiva e uma maior fidelização.

Gostou desse post e deseja acessar mais conteúdos como esse? Assine nossa newsletter e fique por dentro dos conteúdos que postamos sempre aqui em nossa página!

Continue Lendo
Ângulo Digital | Ângulo Digital a melhor agência de Marketing Digital de Fortaleza

Storytelling e marketing digital, uma aliança poderosa

Você sabe o que é storytelling? Simples, é a arte de contar histórias, quando sua avó contava aquela história ao pé da cama que lhe inspirou em algum fator na sua vida ela estava praticando storytelling com você. Um método de comunicação que consiste em um “narrador” transmitindo uma história através de palavras ou recursos audiovisuais.

Agora, o que isso tem a ver com marketing digital? O chamado storytelling empresarial é uma das formas mais poderosas de dar personalidade a sua empresa. Lembre-se que o marketing digital ou inbound marketing visa estabelecer uma conexão com o seu público alvo, através do interesse dele pela sua marca, e esta relevância que sua empresa tem pode ser gerada e mantida através da arte de contar histórias e a forma como elas são interpretadas.

Storytelling e sua marca

Voltando ao conceito, storytelling basicamente é a criação e divulgação de histórias narradas com o propósito de disseminar fatos, valores e/ou conhecimento, e essas histórias possuem uma vantagem que nenhum outro recurso digital possui, que é a lembrança, pois uma história bem contada e que cativa dificilmente é esquecida por um leitor/ouvinte, sendo inclusive, mais lembrada que dados, gráficos ou informações institucionais. Logo, integrado com o marketing digital uma boa história pode gerar identificação do público com a sua marca, e o quer isso vai gerar? Isso mesmo, vendas.

Levando tudo isso em conta, a arte de contar histórias (storytelling) pode e deve ser integrada a sua estratégia de marketing digital com o objetivo de consolidar valores, imagem e propagação de ideias com muito mais eficiência, impactando de maneira direta com o seu público alvo te vê e se lembra de você. Autores fizeram personagens inesquecíveis, você pode fazer o mesmo com sua marca.

Caso você tenha se interessado pelo assunto e gostaria de saber mais sobre storytelling entre em contato com a Ângulo Digital que uma equipe de consultores irá atendê-lo.

Continue Lendo
Ângulo Digital | Ângulo Digital a melhor agência de Marketing Digital de Fortaleza

O que são leads e como gerá-las

No mundo do marketing digital existem alguns termos que são repetidos com frequência, mas é provável que nenhum deles receba tanta atenção quanto os famosos “leads”. Seja em uma empresa de construção civil ou em um consultório médico, no momento em que você entra no mundo do marketing online, essa palavra começa a ser importante para seu vocabulário. Mas se você ainda não está familiarizado com ele, veio ao lugar certo, pois vamos te ajudar a entender o que são leads de uma vez por todas. Acompanhe o post de hoje!

Afinal, o que são leads?

Entender o significado desse termo é muito mais simples do que parece. Leads não são nada mais do que contatos que sua empresa conquista. São pessoas que demonstraram algum interesse nos produtos e serviços da sua empresa e ofereceram suas informações de contato por isso. Ou seja, leads são clientes em potencial!

Por que gerar leads é tão importante?

O que qualquer empresa mais quer é conseguir conquistar novos clientes, fazendo com que pessoas se interessem pelo que ela tem a oferecer. Ao investir em marketing digital, isso é feito através de ferramentas que a internet proporciona, como sites, mídias sociais e anúncios online.

Mas tome cuidado! Leads não são simples visitantes ou curtidores da sua rede social. Seu site empresarial pode receber milhares de visitas todos os meses, mas se você não conseguir transformá-los em leads, dificilmente vai conseguir vender algo para eles.

Por isso angariar contatos é algo tão essencial para qualquer negócio. Somente assim será possível descobrir quem são as pessoas que buscam informações sobre sua empresa e saber se elas podem estar interessadas em seus serviços. E a partir da geração de leads é que novas vendas serão feitas.

Como gerar leads para sua empresa?

A principal forma de geração de leads no marketing digital é a landing page. Essa é, basicamente, uma página de cadastro do site em que a pessoa oferece suas informações de contato em troca de algo especial, que geralmente é um conteúdo exclusivo, como um ebook ou um whitepaper.

É importante que sua landing page transmita credibilidade e segurança para o visitante, garantindo que ele perceba que pode confiar seus dados para o site. O conteúdo ou outro brinde que será oferecido também deve valer a pena e ser atrativo. Isso aumentará suas chances de gerar um lead.

E o que fazer depois?

Depois de conquistar o contato do visitante, você já pode considerá-lo um lead. Porém, o trabalho não acaba aí, pois ainda é preciso conseguir guiá-lo até a venda. Para isso, você deve primeiramente diferenciar dois tipos de leads: o qualificado e o não-qualificado.

O lead qualificado é aquele está mais próximo da compra. Ele apresenta características que demonstram que ele tem uma necessidade que seu produto ou serviço poderá atender e está mais disposto a fechar negócio. O não-qualificado é justamente o contrário, pois ele ainda não está ou nunca estará pronto para comprar, sendo um contato que não está amadurecido o suficiente para ser abordado por um vendedor.

É sempre importante trabalhar com a qualificação de todos os leads, mas aqueles que realmente importam para o setor comercial de uma empresa são os qualificados. Eles serão os que estão mais aptos para receberem informações mais próximas de ofertas e até mesmo um contato de venda.

Para garantir o sucesso nessa estratégia, é essencial que as equipes de marketing e vendas estejam muito alinhadas e tenham objetivos em comum. O Marketing da empresa deve ter metas para gerar leads qualificados e repassá-las para o setor comercial. Este, por sua vez, deve saber como atender os contatos que recebe com qualidade para fechar uma venda. Deve também informar ao time de marketing se os leads recebidos realmente valeram a pena e que tipos de pessoas oferecem um retorno mais fácil. Assim será possível identificar cada vez mais quais são os contatos com mais perfil de lead qualificado.

E agora, já entendeu o que são leads e tirou suas dúvidas sobre o assunto? Então comece logo a trabalhar em sua estratégia de geração de leads! E não se esqueça de compartilhar com a gente nos comentários suas experiências com marketing digital.

Continue Lendo