Ângulo Digital | Ângulo Digital a melhor agência de Marketing Digital de Fortaleza

Conheça os 3 tipos de Leads

E aí pessoal, tudo bem? Se você passou pelo nosso blog recentemente, já deve ter entendido um pouco sobre um dos nossos temas favoritos, o E-mail marketing. Essa ferramenta é uma alternativa super assertiva para captar e qualificar os tão cobiçados leads, que podem se converter em clientes para sua empresa.

Porém, assim como qualificamos para quem enviar um E-mail marketing, devemos qualificar os leads que obtivemos, para podermos manter uma comunicação ideal para cada parcela.

Os leads são divididos em Seeds, Nets e Spears. Conheça-os:

 

Seeds

Seeds são os leads com a maior taxa de conversão dentre os 3 exemplos. Eles são frutos de uma estratégia de marketing de conteúdo bem planejada. Ou seja, é um cliente que foi captado, gerou uma relação de interesse com uma empresa e finalmente tornou-se cliente. Esse tipo de lead obviamente é difícil de conseguir.

Ele precisa passar pelo seu conteúdo, apreciá-lo. Geralmente, o contato com esse tipo de lead se dá através de uma landing page. Por exemplo, você pode oferecer um E-book com conteúdo de interesse, recebe o contato desse potencial cliente (como nome e e-mail, por exemplo) e assim vai construindo essa relação. É um processo digamos, mais “demorado”, porém efetivo: Seja paciente no cultivo dos seus Seeds.

 

Nets

Os nets são adquiridos pelas formas mais clássicas de marketing. Listas de e-mail e Adwords são algumas dessas possibilidades. Aqui  não se cultiva essa relação tal qual a dos Seeds com o cliente; é um contato mais direto.

De forma geral, são os tipos de leads mais atraídos pelas agências atualmente. Se você busca Nets, é preciso que que você vaporize sua comunicação por todo e qualquer lugar dentro da internet em que seu cliente em potencial se encontre. Redes sociais são imprescindíveis nesse processo. Podem gerar resultados, desde que o público seja bem construído.

 

Spears

Os Spears geralmente são obtidos em uma relação de venda direta da empresa com o cliente. O ideal é que uma equipe de vendas seja delegada para essa tarefa. Assim, não sobra espaço para a produção de conteúdo ou geração de relacionamento, o que não implica que se deva atirar proposta para todo e qualquer cliente. É preciso escolher um segmento, buscar informações pontuais de cada contato, etc. Logo há uma previsibilidade no sucesso da venda.

 

Agora que você sabe os tipos de leads, fica mais fácil definir como agir com cada cliente e futuro cliente seu. Não existe lead bom ou ruim, o que existe é uma adequação a sua estratégia, ao seu produto ou serviço.

Continue acompanhando nosso blog, em breve teremos mais novidades.

 

Continue Lendo
Ângulo Digital | Ângulo Digital a melhor agência de Marketing Digital de Fortaleza

Aprenda a se comunicar melhor com seus clientes utilizando o e-mail marketing

O relacionamento entre cliente e empresa é uma das principais formas de se divulgar e fortalecer uma marca. Com a internet as formas de trabalhar esse relacionamento mudaram e se tornaram mais eficientes. Neste campo um dos
principais métodos para apresentar a sua companhia, produto ou serviço é o e-mail marketing, pois, se usado de forma criativa, tem a capacidade de atingir um grande número de pessoas — e ainda ser replicado para outras contas de e- mail.

Porém, muitas vezes o e-mail marketing é usado de maneira errada. Mensagens encaminhadas em excesso, pessoas que recebem o informativo sem terem solicitado — o famoso spam —, textos que são apenas divulgação de produtos ou e-mails extremamente longos fazem com que as pessoas não se interessem pelo seu conteúdo e até mesmo comecem a desenvolver uma relação ruim com a sua marca.

Neste artigo separamos algumas dicas valiosas que vão te ajudar a criar uma estratégia campeã de e-mail marketing e melhorar a sua comunicação com os seus clientes. É só conferir nas próximas linhas!

Realize um cadastro

Uma pessoa que opta por receber uma determinada newsletter é porque tem interesse no conteúdo que será divulgado e demonstra ter afinidade com aquela marca. Procure coletar o e-mail dessas pessoas por meio de um cadastro no site ou blog da empresa, ou ainda por meio de uma campanha nas redes sociais. Mas lembre-se de enviar o seu e-mail marketing somente para as pessoas que autorizarem, pois, caso contrário, tem grande chance de ser taxado como spam.

Crie conteúdos relevantes

Um e-mail marketing não deve ser apenas a divulgação de uma cesta de serviços ou produtos. Essas informações já estão disponíveis no site da sua empresa ou em outros meios publicitários. Estreite a relação com os seus clientes e passe a oferecer informações de qualidade que os levem a compreender melhor a sua atividade e o seu engajamento dentro daquele mercado. Um e-mail marketing deve ser feito com pílulas de informação.

Seja criativo

Diariamente a nossa caixa de e-mail é bombardeada por informações. São newsletter que assinamos, conteúdos profissionais e até mesmo aquelas mensagens de familiares e amigos. A maioria desses e-mails acaba indo parar na
lixeira sem que a pessoa os leia. Ao enviar uma newsletter seja bastante criativo e invista em um título que instigue e não passe desapercebido. É certo que a sua mensagem será lida.

Incentive a participação

Os calls to action (CTAs) estão sempre presentes no marketing digital — o que inclui o e-mail marketing. Essa estratégia é importante porque desperta a curiosidade e leva o leitor a querer saber mais sobre o conteúdo divulgado. É isso que fará a diferença entre os seus banners receberem ou não um clique. Não se esqueça que o conteúdo de um e-mail marketing deve ser curto e direto para não deixar dúvidas sobre o assunto tratado.

Não seja um chato

Não é quantidade de mensagens que fará a sua campanha de e-mail marketing ser um sucesso, mas sim a qualidade do conteúdo divulgado. Não seja daqueles chatos que lotam a todo instante o e-mail das pessoas com uma série de mensagens — é exatamente isso que fará com que um leitor deixe de assinar a sua newsletter. Estabeleça uma frequência regular para enviar os seus conteúdos, mas sempre de maneira dosada.

Pronto para iniciar uma campanha de e-mail marketing de sucesso?
Compartilhe nos nossos comentários as suas idéias para esse projeto!

Continue Lendo
Ângulo Digital | Ângulo Digital a melhor agência de Marketing Digital de Fortaleza

Saiba como utilizar automação de email marketing de forma efetiva!

Num mundo cada vez mais conectado, a grande maioria dos consumidores que usam a Internet utilizam emails diariamente, de modo que esse meio de comunicação já é parte essencial no desenvolvimento de uma boa campanha de marketing digital. Conhecidos como email marketing, eles são uma poderosa ferramenta de divulgação, com baixo custo e capazes de atingir uma vasta gama de clientes e potenciais clientes.

A automação de e-mail marketing consiste em um conjunto de técnicas que objetivam tornar o uso dessa ferramenta mais efetivo, aumentando as conversões de vendas de uma empresa, quando feito de forma adequada.

O que é automação de e-mail marketing?

Trata-se de uma forma de automação que gera, ao contrário do que se pode pensar pelo que o nome indica, uma grande aproximação com o público, se feito de maneira apropriada. A automatização de e-mail marketing permite reunir dados de clientes e de canais de marketing diversos para gerar essa aproximação através de e-mails automáticos e pré-programados. Por exemplo, uma empresa pode preparar mais de um e-mail para realizar determinada conversão — um adequado para o cliente que assina uma newsletter e outro para aquele que fez o download de um e-book — e o envio ocorre automaticamente assim que o cliente realiza a ação.

O e-mail marketing automatizado simplifica as campanhas de e-mail, tornando as vendas mais eficientes e economizando tempo da equipe para que esta se foque em outra atividade para a empresa, como cultivar as leads, observando suas taxas de clique e comportamentos desencadeados pelo recebimento dos e-mails para selecionar e se concentrar naqueles que possuem um potencial maior de compra, contribuindo muito para garantir a eficácia da campanha. Reunimos aqui algumas dicas para executar a automação de e-mail marketing e garantir qualidade para sua campanha.

Faça a segmentação de e-mails

Também chamada de segmentação de base, é uma forma de dividir a lista de contatos com base em critérios pré-determinados pela empresa. Seleciona-se aqui algumas características que dividem a clientela, como localização geográfica, idade, áreas de interesse, enfim, isso será escolhido de acordo com o que se mostra mais adequado a cada negócio. Dessa forma, a empresa definirá o envio e a preparação do e-mail marketing e permitirá acertar mais na hora de executar a estratégia. Fazer a preparação e o envio de um e-mail marketing voltado para clientes que possuem características já segmentadas pode melhorar muito os resultados.

Tenha cuidado para não exagerar

Para um contato de qualidade com seu público, é essencial que a empresa não seja vista como um incômodo. O excesso de mensagens pode ter esse efeito, fazendo com que o cliente, ao invés de realizar uma compra, simplesmente ignore um e-mail ou até mesmo opte pelo cancelamento do recebimento. A facilidade que a automação gera pode ser um estímulo à empresa para realizar mais envios, na ânsia por resultados rápidos, mas é preciso ter muito cuidado com a frequência. Enviar e-mails esporadicamente também terá um efeito indesejado, causando estranheza quando a mensagem chega. Especialistas recomendam no mínimo um envio mensal e uma boa distribuição entre os contatos, com espaçamento uniforme entre um e-mail e o próximo.

Tome providências para não ser considerado SPAM

Na hora de criar a mensagem, algumas características comumente presentes em SPAM devem ser evitadas como, por exemplo, o uso da cor vermelha no texto da mensagem, o uso de caixa alta e o exagero na extensão do assunto, além de utilizar muito expressões que se referem a promoção (como free, grátis, clique aqui, entre outras). Vale a pena pesquisar mais a respeito do assunto para conhecer as outras características que compõem um e-mail que é considerado como SPAM, mas, com esses, conceitos já é possível ter uma noção básica das boas práticas.

Procure variar nos tipos de e-mails

Observando sempre a relevância do envio e tomando cuidado para não cair no SPAM, é preciso também usar os diferentes tipos de e-mail marketing existentes para atingir diferentes objetivos. Por exemplo, utilizar o formato de newsletter é mais adequado para passar informações ou notícias do interesse do cliente, já o e-mail promocional é uma boa opção na hora de anunciar ofertas.

Tenha cuidado com a inserção de figuras no corpo do e-mail marketing

É muito comum encontrar e-mail marketing que consiste em apenas uma figura, contendo todo o conteúdo que se quer passar, seja ele imagem ou texto. Além de ser um formato que é frequentemente bloqueado como SPAM, esse tipo de mensagem reduz muito a eficiência do disparo, pois muitas pessoas não tem facilidade em visualizar sempre as imagens no corpo do e-mail. Por essa razão, é preciso tomar cuidado também com e-mails que usem muitas imagens essenciais à mensagem que se quer passar, para não prejudicar seu entendimento por todos os receptores da maneira objetivada pela empresa.

Outras dicas para uma boa campanha de e-mail marketing automatizada

Além desses que destacamos, alguns outros cuidados são essenciais na hora de garantir a qualidade dos disparos de e-mail marketing aos clientes, como selecionar bem o horário de envio para garantir mais visualizações conversões e nunca enviar e-mails sem a autorização expressa do cliente.

Com essa base e o desenvolvimento de uma boa estratégia de automação, sua equipe poderá se concentrar no cultivo de leads e no acompanhamento das métricas, que também é algo essencial para o sucesso de uma campanha. Observar métricas como taxa de cliques, de abertura, de entrega e de conversão efetiva permite melhorias constantes no planejamento do conteúdo dos futuros e-mails e da forma de realizar os disparos, contribuindo para gerar aumentos constantes na qualidade da campanha, tendo em vista sempre o resultado.

Dessa forma, a automação de e-mail marketing é essencial para a sua campanha de marketing digital. Ela aumentará a qualidade e eficiência dos disparos de e-mail, contribuindo enormemente na construção de um relacionamento entre a empresa e o público, gerando novos clientes, novas conversões em venda efetiva e uma maior fidelização.

Gostou desse post e deseja acessar mais conteúdos como esse? Assine nossa newsletter e fique por dentro dos conteúdos que postamos sempre aqui em nossa página!

Continue Lendo
Ângulo Digital | Ângulo Digital a melhor agência de Marketing Digital de Fortaleza

Testes A/B: O que é e como otimiza o seu email marketing

O email marketing é uma excelente forma de se comunicar com seus clientes, por ser mais pessoal e direta na promoção de produtos e ofertas, além de ser muito útil para nutrir leads e transformá-las em consumidores. Como em qualquer outra ferramenta que compõe uma estratégia de marketing digital, é importante testar formas e descobrir o que funciona para o seu público e sua empresa. Mas como fazer isso? O teste A/B é a resposta! Você quer conhecer mais sobre ele e descobrir como otimizar o e-mail marketing do seu negócio? Então acompanhe o post de hoje!

O que é teste A/B

A ideia do teste A/B é muito simples: são testadas duas versões da mesma mensagem dentro da sua campanha e mensura-se qual performa melhor de acordo com indicadores de acompanhamento. Você envia duas versões do mesmo e-mail e avalia qual delas teve a melhor performance — e, consequentemente, o melhor retorno.

Por que o teste A/B é importante?

A possibilidade de testar diferentes formatos de mensagem, contatos, imagens, títulos/assunto e outras variáveis é a melhor maneira de otimizar tempo e dinheiro. É muito difícil acertar de primeira o estilo de mensagem, assunto do e-mail, horários e público se adequam melhor à sua estratégia, por isso, os testes A/B te ajudam a otimizar seu e-mail marketing.

O que pode ser testado

Você pode testar todos os aspectos do seu e-mail, desde o assunto até as cores e formatação. Vamos dar uma olhada em algumas variáveis interessantes de serem testadas:

Assunto

O assunto é determinante para um e-mail de sucesso. Ele precisa ser provocante, incitar o usuário a abrir aquela mensagem. É preciso que ele mostre com clareza o que a mensagem contém e é um fator impactante na taxa de abertura dos e-mails.

Conteúdo

O conteúdo sempre é rei! Ele é o que torna a sua campanha um sucesso. Dentro do conteúdo, você pode testar as fontes usadas, cores, formatação, imagens e tudo o que ajude a transmitir sua mensagem para o destinatário.

Dia e horário

Diferentes usuários possuem diferentes comportamentos de acesso. Ao invés de tentar adivinhar quando o seu remente vai abrir o seu e-mail, teste dias e horários diferentes para descobrir qual é o preferido do seu público.

Remetente

A maioria das empresas enviam e-mails com a assinatura da própria empresa. Uma boa dica é usar nomes dos seus próprios funcionários com remente, o que dá um ar mais pessoal à mensagem.

Como descobrir qual campanha deu mais resultado

Para entender qual das suas campanhas de teste performou melhor, basta analisar alguns indicadores de performance. Existe uma variedade de aspectos que você pode medir, mas os três principais são: taxa de abertura, taxas de cliques e taxa de conversão. Basicamente, a melhor campanha será aberta mais vezes, você terá mais redirecionamentos do e-mail para o seu site ou landing page, e mais pessoas serão convertidas a partir dessa mensagem.

Realizar testes é indispensável para otimizar o e-mail marketing e conseguir uma campanha de sucesso! O maior segredo dos testes A/B é experimentar variáveis e analisá-las uma de cada vez. Assim, é possível descobrir o que realmente funciona para o seu público e gera mais retorno para o seu negócio.

Gostou do nosso texto? Aproveite para deixar suas dúvidas e comentários abaixo. Participe!

Continue Lendo